* Bugs

.

por Marcos Bragatto | Revista Dynamite – SP

“Pegar elementos já utilizados no rock e na música pop e fazer deles a ponte para uma música contemporânea não é tarefa das mais fáceis, tanto é que poucos se arriscam e menos ainda obtém sucesso. O Bugs vem de Natal, faz sua estréia neste disco, e tal qual um Violeta de Outono pesadão e cheio de distorções, resgata o psicodelismo do final dos anos 1960 e mistura com o rock de hoje, incluindo o que aconteceu durante as três décadas que separam estes períodos. É Pink Floyd com Queens Of The Stone Age, Cream com Foo Fighters. As letras desenrolam a temática sonora e mantêm o tom: entre “diamantes cintilantes”, “poemas etílicos” e “orvalhos e enxofres”, guitarras nervosas e propositadamente sujas dominam as 13 músicas, num trabalho original e que periga ser um dos grandes discos de 2003.

Site do Bugs: www.myspace.com/bugs4